Quanto custa registrar uma marca?

Quanto custa registrar uma marca? Essa é uma das perguntas mais comuns que vejo por aí… o que mudam são as respostas, claro!

Mas fique tranquilo, custa muito menos do que dizem por ai!

Até porque cada escritório ou profissional cobra o quanto acha justo pelo seu trabalho, pelo menos no E-Marcas é assim: a gente cobra o que considera JUSTO.

Como nosso foco são as pequenas empresas (microempresas, MEI, blogueiros, startups, empreendedores, etc…) nossos custos são formatados para este público, ou seja, cobramos um valor que nos remunera com justiça, mas de uma forma bem diluída, facilitando o pagamento sem comprometer o caixa ou os outros investimentos necessários para o negócio “engrenar”, confira na nossa TABELA.

Ah, isso é outra novidade: divulgamos nossa tabela de preços no site.

Se você atua com e-commerce deve até achar esquisito, mas os escritórios de marcas não divulgam seus preços em nenhum lugar, você tem que pedir uma proposta, alguns deles nem enviam nada por e-mail, eles exigem uma reunião para te apresentar um simples orçamento, uma proposta.

E sabe o que acontece?

Eles enchem a sua mesa com folders, pastas, material impresso de tudo, um monte de porcaria que vai pro lixo assim que ele virar as costas, mas você paga por esse material todo e pela tal “visita”, tudo está embutido no preço.

 

Nós pensamos diferente.

 

Primeiro: não temos nada a esconder, portanto colocamos a tabela no site, on-line, pra todo mundo ver, sem frescura, sem dúvidas, sem esconder o jogo.

Segundo: não temos medo de ser copiados, afinal, isso já aconteceu tantas vezes que a gente nem dá bola… é o preço de ser inovador: ser copiado. Mas é sinal que estamos fazendo as coisas do jeito certo, afinal, ninguém copia fracasso, só o sucesso é copiado.

Terceiro: estamos cientes de que há empresas que não serão nossas clientes em função do preço ser alto demais ou baixo demais (sim, isso acontece muito!), então, pra que fazer eles (e a gente) perderem tempo? Tempo é importante, escasso, ninguém tem tempo pra desperdiçar, vamos ser objetivos, diretos, não é mesmo?

Quarto: nós não mudamos de opinião ao sabor do vento. Nossos preços se mantém estáveis (com uma variação minima) desde 2008, só o que mudou foi a forma de cobrança, que ficou muito mais flexivel. Alguns concorrentes aproveitaram a “onda de crescimento” da economia para superfaturar seus preços, há empresas que dobraram seus preços em 2 anos, pra gente isso é absurdo, um abuso, uma falta de respeito com o empreendedor, especialmente os iniciantes.

Related Posts Plugin by ALPHASIS

  Leia também

Faça um comentário